O corppo em Dogville. Nos limites da razão entre graça e sacrilégio

  • Renato Izidoro da Silva Universidad Federal de Bahía
  • Eduardo Galak Universidad de La Plata
  • Fabio Zoboli Universidad de La Plata

Resumen

Este ensaio apresenta como objeto de investigação o corpo sob a égide da relação entre sacrilégio e graça no filme Dogville, a partir das interações dos personagens Tom, Grace e o Cão Moisés, na articulação com a Cidade onde acontece a trama. A hipótese que se assume no texto é de que as tensões na película entre sacrilégio e graça balizam sentidos sobre a razão, a violência e o corpo organizados a traves de um roteiro onde a estrutura relacional dos personagens se dá despojada de moralidade externa à cidade profanada das paredes que separam o próprio do estranho, o interior do exterior. Deste modo, lançamos a proposição teórica de que em Dogville o exercício da razão do personagem Tom consiste em um sacrilégio recaído sobre o corpo por meio da violência dissimulada, disfarçada de bondade e de alteridade, diante das atrocidades da Cidade que grita um silencio atroz.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor

Renato Izidoro da Silva, Universidad Federal de Bahía

Doutor em Educação pela Universidade Federal da Bahia – UFBA. Professor do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Cinema e Narrativas Sociais (PPGCINE) e do Programa de Pós-graduação em Edacação (PPGED) da Universidade Federal de Sergipe – UFS. Coordenador do grupo de pesquisa “Corpo e política”

Eduardo Galak, Universidad de La Plata

Doctor en Ciencias Sociales por la Universidad Nacional de La Plata (Argentina). Investigador del CONICET. Profesor de la Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación (UNLP). Coordinador del grupo de investigación Colectivo de Estudios sobre Política, Educación y Cuerpo (IdIHCS-UNLP/CONICET).

Fabio Zoboli, Universidad de La Plata

Pós-doutor em “Educação Corporal” pela Universidad Nacional de La Plata – UNLP/Argentina. Doutor em Educação pela Universidade Federal da Bahia – UFBA. Professor do Departamento de Educação Física e do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGED) da Universidade Federal de Sergipe – UFS. Membro do grupo de pesquisa “Corpo e política”.

Publicado
2018-12-03
Cómo citar
Izidoro da Silva, R., Galak, E., & Zoboli, F. (2018). O corppo em Dogville. Nos limites da razão entre graça e sacrilégio. MEDIACIONES, 15(22), 42-55. Recuperado a partir de http://revistas.uniminuto.edu/index.php/med/article/view/1725
Sección
Investigación e innovación